Página Inicial | Contato | Área Restrita

Fórum Nacional de Meio Ambiente neutraliza emissão de carbono

Data da publicação: 05/05/2014
Fórum Nacional de Meio Ambiente neutraliza emissão de carbono

Fórum Nacional de Meio Ambiente neutraliza emissão de carbono

Na manhã desta segunda-feira (5), o 1º Fórum Nacional de Meio Ambiente, que acontece juntamente com o VII Fórum de Direito Ambiental do Pontal do Paranapanema, em Presidente Prudente, realizou a neutralização de gases causadores do efeito estufa que o evento irá gerar.

A ação aconteceu às margens da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), no KM 562 + 200 metros, com o plantio de 200 mudas nativas da Mata Atlântica na entrada da cidade.

De acordo com um dos organizadores do Fórum, o promotor de Justiça do Meio Ambiente Dr. Nelson Bugalho, o ato tem duas "questões importantes". "A primeira, evidentemente é que com o plantio dessas árvores, toda a emissão de gases que causam o efeito estuda gerada pelo Fórum, será neutralizada. A segunda é a questão de consciência. Fazendo isso, estamos mostrando o quanto é importante, já que toda atividade humana causa efeitos negativos, ela minimizar esses efeitos; esse aspecto da educação é muito importante", pontua.

Bugalho também lembra que todos os anos o Fórum de Direito Ambiental do Pontal do Paranapanema já realizou atividades de natureza ambiental. "Ano passado, contribuímos com a aquisição de uma máquina para a reserva da Lagoa São Paulo. Em anos anteriores, fizemos o plantio de árvores em frente ao [Centro Cultura] Matarazzo. Mas essa é a primeira vez que realizamos uma atividade de neutralização de carbono", cita.

A parceira do Fórum Nacional de Meio Ambiente para o plantio das 200 árvores foi a Ver te Verde Ambiental Ltda. Conforme o representante da empresa, Wilson Guadanucci Junior, já existe uma lei em São Paulo que determina a todos os eventos realizados na cidade fazer essa compensação.

"Em nossa região, é o primeiro evento que está sendo feito este trabalho. Foram 200 mudas de árvores de plantas nativas da Mata Atlântica; entre elas, são cerca de 120 espécies, atendendo a nossa legislação. É um compromisso, que se acontecesse normalmente nas empresas de médio e grande porte, se abrasassem essa ideia, nós teríamos por ano centenas de milhares de mudas plantadas", aponta.

Neutralização

Segundo Guadanucci Junior, a Ver te Verde pode certificar quem pretende fazer essa neutralização. "Somos filiados ao Programa Brasileiro GHG Protocol e temos essa autonomia de poder certificar uma empresa ou um determinado evento. Uma empresa certificada tem várias vantagens só de ter esse selo em um banner ou produto, ela automaticamente já está colaborando com o meio ambiente", explica.

Fórum

O 1º Fórum Nacional de Meio Ambiente acontece juntamente com o VII Fórum de Direito Ambiental do Pontal do Paranapanema, em Presidente Prudente. Os interessados em participarem do evento, que será realizado nos dias 15 e 16 de maio, podem efetuar as inscrições por meio do site www.forumnacionaldeambiente.eco.br.

As inscrições online podem ser feitas até o dia 9 de maio, com uma taxa de R$ 20,00. A partir dessa data, o cadastro será permitido somente no dia de abertura do evento, com uma hora de antecedência e taxa de R$ 30,00. O valor pago por meio do site pode ser feito com cartão de crédito ou boleto. Estão disponíveis 800 vagas.

Tema

Com o tema "Cidades do Futuro", o fórum já tem a participação confirmada de diversos nomes, como o promotor de Justiça do Meio Ambiente Dr. Nelson R. Bugalho; o ex-deputado federal e secretário do Meio Ambiente de São Paulo de 1995 a 1998, o consultor e advogado Fábio Feldmann; da orientadora dos cursos de mestrado e doutorado da Faculdade de Direito da USP, professora doutora Patrícia Iglecias; e do professor doutor de Direito Administrativo, Urbanístico e Ambiental do Departamento de Direito Público da Nova Faculdade de Direito da USP (FDRP) Thiago Marrara.

Além da participação do promotor de Justiça da Habitação e Urbanismo de São Paulo, José Carlos de Freitas; do especialista em Direito Ambiental, Dr. Werner Grau Neto; do reitor da Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade e vice-presidente do Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), Dr. Claudio Benedito Valladares Pádua; entre outros participantes.

Galeria de Fotos

Fonte da notícia: Organização « Voltar