Página Inicial | Contato | Área Restrita

Sobre o Evento

Em 2008, com iniciativa da Associação Paulista do Ministério Público, foi criada a primeira edição do Fórum de Direito Ambiental do Pontal do Paranapanema. A partir desse ano, Presidente Prudente e toda região do extremo oeste paulista, passou a ser destaque no cenário nacional nas questões ligadas ao meio ambiente. Palestrantes, mestres e doutores do direito ambiental e das áreas relacionadas com o mesmo, marcaram suas presenças de maneira importante, pois muitos assuntos foram amplamente debatidos e alternativas para um novo mundo foram apresentadas.

Em 2009, com a segunda edição, o Fórum de Direito Ambiental do Pontal do Paranapanema também firmou mais o seu propósito na busca de melhorias e soluções para os problemas existentes, e com uma ótica de quem realmente estuda e pesquisa as questões relacionadas com o meio ambiente.

Em 2010, o evento já se mostrava maduro com a inclusão do mesmo no calendário do município de Presidente Prudente.

Em 2011 teve como tema "Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico: Desafios da Sustentabilidade para o Século XXI" o que superou as edições anteriores com o número de participantes acima das expectativas de seus idealizadores.

Em 2012, dentre os grandes desafios do mundo contemporâneo, talvez nenhum deles seja maior que a promoção do “equilíbrio ecológico”. Isto porque, nessa utopia “equilíbrio ecológico” não esteja inserido somente uma luta para preservar a natureza. O que está em jogo é a capacidade do Homem em perceber o que há de melhor em sua estrutura, revertendo um processo de degradação global e promovendo comportamentos, tecnologias e novos paradigmas capazes de conviver de forma harmônica entre si, em sua Casa, transformando o equilíbrio no processo produtivo em instrumento de igualdade entre povos. São muitos os desafios que o V FORUM DE DIREITO AMBIENTAL DO PONTAL DO PARANAPANEMA pretende enfrentar e discutir, sob o tema “Natureza e Civilização: problemas fundamentais”. Não se pretende, diante de problemas tão complexos, apontar soluções definitivas e acabadas. Mas, promover a reflexão sobre o papel do Homem nesse processo, de forma que os mais variados segmentos econômicos e sociais possam prosseguir no caminho da realização da utopia.

Em 2013 a discussão de temas ambientais e ecológicos já integra definitivamente a agenda de governos, empresas e sociedade civil. Em um primeiro momento seria natural que essa discussão representasse um conflito entre o setor produtivo e o chamado “movimento ambientalista”. Mas, passados vários anos, já era esperado que esse debate evoluisse para a concretização do conceito de “desenvolvimento sustentável”, por meio de alternativas econômicas que, de fato, incorporassem a variável ambiental no exercício de atividades e nas políticas públicas. Estava criada a base da chamada “Economia Verde”. Cabe-nos, agora, evoluir na discussão do tema, lançando luz sobre os conceitos que envolvem essa nova forma de pensar o desenvolvimento.

Em 2014, na 7ª edição, o "VII Fórum de Direito Ambiental do Pontal do Paranapanema", na qual mudou o nome para "1º Fórum Nacional de Meio Ambiente", onde o tema foi "Cidades do Futuro", em que a mobilidade urbana terá centralidade, juntamente com a coleta e destinação adequada de resíduos sólidos e melhoria das condições ambientais, como redução dos vários tipos de poluição e uma ampliação da arborização e de áreas verdes. A ampliação do Fórum de Direito Ambiental para um debate nacional de meio ambiente visa aprofundar as temáticas para além do enfoque jurídico ou legal.

Em 2015, o 2º Fórum Nacional de Meio Ambiente está com outro formato, onde no segundo dia do evento, haverá 3 salas acontencedo simultâneamente o evento. Esse ano será realizado no Centro Cultural Matarazzo de Presidente Prudente - SP nos dias 28 e 29 de Maio de 2015.